quarta-feira, 19 de julho de 2017

Cuidemos de nós!



É tempo de luta
Levar o filho no colo
E ir pra batalha
Depois do trabalho
Manifestação.


Feministas dos novos tempos
Que traçam seus caminhos e dizem : NÃO!!!
A nós é colocado injustamente o peso do mundo
Mas ainda não nos pediram permissão.
Temos a força,
Mas também
Temos escolhas.


Deixem-nos exercer o direito
De sermos fracas quando quereremos
De buscarmos nossa cura
Pois nossa existência já é uma luta.


De soltar o choro
Ao invés do grito
De ficarmos quieta
De não irmos para o conflito
Pois aqui dentro
Também há um milhão de coisas
Pra cuidarmos
Principalmente um coração aflito.


A força obrigada, só nos adoece
A força que vem de dentro é a que nos fortalece
Nós querem na luta
No cuidado com o mundo
Mas quem se preocupa com nós
Em saber o que se passa lá no fundo?

No fundo de nossas almas querendo abrigo
No fundo dos nossos tormentos
Que muitas vezes
Só querem um acalento.


Não nos perguntam como vai nosso espírito
Caminhamos em tantas marchas
Mas quando chegamos em casa
A liberdade vem com a solidão de vazios
E um coração que se cala.


Mudemos o mundo lá fora
Mas antes
Cuidemos do mundo aqui dentro
Façamos nossas pausas
Caminhemos pela estrada
Façamos uma prece.
Pensemos em nada.


Mudança também se faz de dentro pra fora
O coração também sempre o pede socorro, após
Por isso, cuidemos de nós!



Karlinha Ramalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário